K-Drama: Oh My Venus (2015-2016)

Oh_My_Venus-p1.jpgMais um drama finalizado na minha tentativa de tirar da listinha os dramas que estavam terminando quando decidi dar aquela pausa maneira de 2 anos…

Acho que primeiro eu tenho que dizer que na verdade eu tentei assistir “Oh My Venus” duas vezes. Na primeira não passei do episódio 10 e na segunda vez parei no 12º. E adiantando o motivo das múltiplas paradas, basicamente já tinha entendido onde o drama estava indo e a história estava finalizada. E é isso mesmo. Os três últimos episódios são extremamente desnecessários e o autor claramente não sabia o que fazer com todas aquelas horas que ele ainda teria que preencher quando o plot já tinha acabado. Então, espere muitas cenas de recapitulação, flashbacks e personagens saindo completamente do que havia sido construído até ali para justificar esse tempo todo extra.

Sobre a história: Kang Joo-Eun (Shin Min-Ah) é uma advogada que se encontra no momento acima do peso, mas na juventude tinha fama de ser uma beldade. Ela namora desde a juventude com Im Woo-Sik (Jung Gyu-Woon) e espera o pedido de casamento quando o rapaz decide terminar o relacionamento. Para piorar, ele começa um trelele com Oh Soo-Jin (Yu In-Young), uma antiga amiga de Joo-Eun que costumava ser gordinha e emagreceu muito nos últimos tempos. Soo-Jin tem uma rusga pendente com a ex-amiga devido a algumas coisas passadas.

É nesse momento que Joo-Eun acaba encontrando (de uma das formas mais vergonhosas possíveis) o treinador Kim Young-Ho (So Ji-Sub), que ficou conhecido nos EUA por sua identidade secreta, quando ajudou uma mulher acima do peso a emagrecer (o que na verdade não o faria ficar nada conhecido nos EUA porque esses programas existem de baciada por lá, mas acho que os coreanos não sabem disso). Young-Ho acaba se sentindo tocado pela historinha triste de Joo-Eun e topa ajudá-la a perder peso com saúde. E é assim que o nosso casalzinho vai surgir.

O problema do drama foi, na verdade, a falta de conflitos coesos. A história de Joo-Eun perder peso quase como vingança do ex-namorado é resolvida rápido e perde o propósito óbvio quando ela se apaixona por Young-Ho. Há uma historinha de Young-Ho com a família (família de chaebol, uma segunda esposa com um irmão ganancioso blá blá blá), mas essa parte do drama nunca esquenta de verdade e o autor teve que arranjar um acidente de carro no final para a coisa não ficar toda completamente perdida. Ainda assim, tudo acaba meio se pé nem cabeça. Tem também a história de Jang Joon-Sung (Sung Hoon, bonita cara mas péssima atuação, nossassinhora) com a mãe perdida e a idol que fica o perseguindo, uma historinha que eu dispensaria sem nem piscar duas vezes. Além de tudo mais, a mensagem do emagrecimento não foi bem passada. A Coreia do Sul tem um problema terrível de ligar o valor da pessoa a sua aparência, o que vez por outra acaba nesse tipo de plot em que a mulher só consegue ter sorte no amor após passar por uma grande transformação e se enquadrar no padrão. Acho que só fiquei para ver o final desse drama mesmo por causa do So Ji-Sub, mas não recomendaria para alguém nem veria novamente.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s