Cinema: Monster (2014)

Monster_-_Korean_Movie-p1Faz algum tempo que assisti esse filme, em um dia de preguiça em que queria algo mais curtinho do que uma série. “Monster” é um filme do qual não consigo definir um gênero. Alguns poderiam chamar de suspense/terror, mas ele tem seus momentos de comédia (naquele estilo coreano, bem escrachada). Eu o classificaria como terrir, mas acho que ele nem cabe nessa definição.

Bok Soon (Kim Go-Eun) vende seus legumes todos os dias na feirinha da cidade e sofre com alguam limitação intelectual, que faz com que ela seja uma eterna criança inocente frente aos problemas (com exceção de que quando fica com raiva, a moça não tem qualquer limitação em atacar com ferocidade seu oponente, com o que quer que tenha nas mãos). Bok Soon tem uma irmã mais nova, a única pessoa da família ainda viva, que logo vai deixá-la para ir para a universidade, para desespero de nossa protagonista, que em sua simplicidade só quer ter a irmãzinha por perto.

Na zona urbana somos apresentados a uma outra história. Ik-Sang (Kim Roe-Ha) está com problemas no trabalho, tendo que resolver um pepino decorrente do comportamento sexual completamente inadequado de seu chefe com uma funcionária. Ik-Sang pede a ajuda do irmão mais novo, o estranho e isolado Tae-Soo (Lee Min-Ki), com quem o irmão mais velho realmente não queria conversar. E isso tem o mais lógico dos sentidos, já que Tae-Soo é um psicopata com uma longa lista de assassinatos nas costas. Apesar desse detalhe, Tae-Soo é um irmão com sentimentos fraternos fortes e também um bom filho, disposto a ajudar a família sempre.

Essas duas histórias acabam se conectando através da pequena Na-Ri (Ahn Seo-Hyun), irmã da supracitada funcionária, que em sua fuga do perigoso Tae-Soo encontra Bok Soon. O filme é divertido e sangrento, faz rir nos momentos mais estranhos, como no confronto final entre Tae-Soo e Bok Soon, e se emocionar com a relação de Na-Ri e da protagonista. Não consegui gostar de Bok Soon como deveria (em parte porque ela batia para valer em todo mundo, mesmo quem ama), mas as cenas dela com Tae-Soo no final, com Tae-Soo contentinho de achar uma oponente a altura, são algo especial e fazem esse filme merecer ser visto.

Advertisements

One thought on “Cinema: Monster (2014)

  1. Pingback: Cinema: Eun-Gyo (2012) | Meu Logbook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s