Cinema: Crash (2004)

0044.jpg(Mais um post mega atrasado, mas estamos finalmente conseguindo tirar eles do caminho.)

“Crash” foi um filme sorteado da listinha de 1001 filmes e, apesar de ter vencido o Oscar, não sabia quase nada sobre ele. O enredo dele lembra muito “Magnolia”, já resenhado por aqui, que costurava histórias individuais em uma cidade e ao final revelava a imagem maior de conexão entre todas essas histórias. Em “Crash”, também temos uma cidade interconectada por eventos. A tônica do filme é tratar de questões raciais e dos conflitos advindos deles, com o filme se passando na cidade de Los Angeles. Vamos a essas histórias.

Farhad (Shaun Toub) e Dorri (Bahar Soomekh) são pai e filha de origem persa. O pai tem uma pequena mercearia que tem sofrido com a violência ao preconceito a árabes após o 11 de setembro. Farhad deseja compra uma arma, apesar de pouco saber sobre munições e tipos de revólver. A filha se encarrega da compra e parece ter mais conhecimento na questão. A porta da mercearia está com problemas, para o qual eles chamam um serviço de reparos.

Anthony (Ludacris) e Peter (Larenz Tate) são dois jovens negros com fortes e interessantes opiniões sobre os esteriótipos em relação a negros e o racismo em LA. Os dois são, também, assaltantes de carros, com Peter sempre insistindo em colocar uma pequena figura religiosa no capô do carro sempre que o assalta.

Jean Cabot (Sandra Bullock) é a esposa de Rick Cabot (Brendan Fraser), o promotor público que está iniciando a sua vida política se baseando em um discurso de completa adesão as causas raciais. Após o roubo do carro do casal, Jean passa a expressar em voz alta seu preconceito e desconfiança com todos que não sejam caucasianos. Sobra principalmente para os latinos que servem a família, incluindo a empregada de longo tempo.

Daniel Ruiz (Michael Peña) trabalha trocando fechaduras e a alegria de sua vida é a filha, Lara (Ashlyn Sanchez). Por Lara, que tinha medo dos barulhos de tiros, a família se mudou para uma nova vizinhança, mais pacífica. Lara, entretanto, ainda passa as noites desperta embaixo da cama, até que o pai lhe conta uma história fantástica de como ele tem uma capa de invencibilidade, que o deixa inatingível a qualquer dano, dando a capa para a menina em seguida.

Em uma ronda de rotina, John Ryan (Matt Dillon) pára um carro que nada estava fazendo de errado e abusa da esposa negra de um diretor de TV. O parceiro de John, Tom Hansen (Ryan Philippe), vê a cena e ao chegar à delegacia pede que seu parceiro seja trocado. Tom é o bom rapaz que não parece afetado pelos esteriótipos de raça no que se trata de seu trabalho. Entretanto, há também o preconceito de classe social e desse Tom não escapa.

Cameron (Terrence Howard) e Christine (Thandie Newton) são o casal negro que sofreu a violência policial. Ambos sempre foram ricos e “passam por brancos” nas altas rodas. Christine argumenta que Cameron não a defendeu, enquanto Cameron diz que Christine não sabe como é para um negro agir contra a polícia.

Graham (Don Cheadle) é negro e trabalha como detetive. A parceira porto-riquenha e ele tem uma relação que é afetada pelos comentários de Graham. O maior problema da vida dele é a relação familiar. A mãe é viciada em drogas e o irmão vive na rua fazendo só deus sabe o que. Ao mesmo tempo em que tenta ajudar a família, Graham precisa se afastar deles para ter sucesso profissional.

Há ainda outros grupos sendo abordados, como os asiáticos que parecem vítimas e vamos ver que não é bem assim. E como disse no começo, todas as histórias vão se costurar.

O que sinto com o filme? Apesar de abordar um tema importante e ainda (sempre) muito atual, o filme sofre com problemas de falta de originalidade tanto de roteiro quanto na execução total. Foi um filme bastante esquecível para mim, a não ser pela parte concernente aos latinos.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s