Série: The Office (1ª temporada)

theofficeusseason1cover(Esse post deveria na verdade sair depois de outros dois posts, mas como estou quase terminando a 2ª temporada, achei que seria melhor apressar as coisas e passar na frente esse daqui).

“The Office” é uma série americana baseada na série de mesmo nome inglesa. É como se estivéssemos acompanhando uma equipe filmando um documentário em um escritório comum na Pennsylvania de uma empresa chamada Dunder Mifflin, vendedora de papel. O escritório é chefiado pelo gerente regional Michael Scott (Steve Carell) e nessa primeira temporada acompanhamos em seis episódios o que seria uma introdução aos personagens e suas características.

Michael Scott (Steve Carell): é o regional manager, egocêntrico e convencido, que se crê engraçado, bom líder e querido pelos seus funcionários. Na verdade a convivência dos pobres é um esforço de paciência com esse chefe preconceituoso, machista e que nunca parece estar trabalhando. Logo no primeiro episódio ficamos sabendo que o escritório está passando pela ameaça de ser reduzido devido à ineficiência, um problema para Scott. Nessa primeira temporada, Carell e os roteiristas pareciam ainda não ter encontrado o tom certo do personagem e ele era simplesmente detestável, mas na segunda isso melhora bastante.

Dwight Schrute (Rainn Wilson): é o “assistent to the regional manager”, um cargo que na verdade não diz nada de importância, mas que Dwight valoriza. Esse é talvez o único personagem que de verdade deseja trabalhar na empresa. Ambicioso e dedicado, é também um nerd e vítima fácil das brincadeiras de Jim.

Jim Halpert (John Krasinski) e Pam Beesly (Jenna Fischer): tenho que juntar os dois na hora de falar porque não teria como descrever um sem referenciar o outro. Os dois personagens são jovens e tudo o que não queriam era ter uma carreira na empresa, mas se veem nesse ambiente. Ambos se entendem muito bem, tem o mesmo senso de humor e uma química maravilhosa juntos. Seriam um casal maravilhoso não fosse o fato de Pam ser noiva há três anos de Roy, outro funcionário da empresa. Esses dois são meu OTP e se eu continuei a ver a série foi para saber como esse romance vai se desenvolver. (Tô torcendo muito por vocês seus lyndos, não me decepcionem). ❤

Ryan Howard (B. J. Novak): é um funcionário temporário, o cara novo na empresa, que chega bem quando esses documentaristas que nunca vemos também chegam para conhecer a empresa.

Além desses personagens há outros, mas a maioria das histórias nessa primeira temporada acabam girando em torno deles. Aliás, sobre as histórias constantes dessa temporada: temos a ameaça de redução do escritório e da demissão de funcionários, alguma referência ao fato de Jim ser um bom vendedor (apesar de não vestir a camisa da empresa) como indicativo de suas habilidades, as implicâncias de Jim com Dwight e a chegada de uma mulher chamada Katy (Amy Adams), que se parece realmente com Pam e causa um rebuliço entre os homens do escritório.

O que você precisa saber sobre a série é que ela é bem leve, tem capítulos curtinhos de no máximo 23 minutos e é fantástica do modo inglês, ou seja, não é aquele humor escrachado americano com aquela risada falsa de fundo indicando quando você deve rir. O humor foi mantido da maneria inglesa, que eu considero o melhor humor sempre.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s