Série: Gilmore Girls (1ª temporada)

gilmore-girls-1-17-lorelai-and-rory.pngSe tem uma coisa que eu gosto nessa vida é tempo suficiente de sobra para fazer maratonas. E nessas férias eu consegui começar algo que estava no campo das ideias  desde que anunciaram a mini-temporada que saiu no Netflix.

Um pequeno histórico: assisti toda a série quando estava no começo da adolescência, junto com a minha mãe. Pelos muitos anos em que a série foi primeiramente exibida na WB, esse era um dos nossos rituais. Aliás, séries sempre foram uma paixão da minha mãe e foi ela que descobriu essa. Achava que tinha começado muito depois dela a assistir, mas re-assistindo essa primeira temporada, percebi que só tinha perdido um ou dois capítulos. Lembrava de bastante coisa.

Sobre o que é a série? “Gilmore Girls” é um misto de comédia e drama, em que acompanhamos mãe e filha e suas relações. Lorelai Gilmore (Lauren Graham) tem 32 anos, é a administradora de um hotel na cidadezinha de Stars Hollow, que conta com menos de 10,000 habitantes. Lorelai tem uma personalidade expansiva, é uma piadista com tudo, até mesmo as maiores tragédias de sua vida. Rory Gilmore (Alexis Bledel) é a filha de 16 anos, estudiosa, tímida e leitora voraz. As duas são melhores amigas uma da outra e nem tinha como ser diferente porque uma sempre teve que apoiar a outra em tudo. Lorelai é de uma família rica de Connecticut e sua gravidez aos 16 anos foi um escândalo ainda não totalmente perdoado pelos pais. Para piorar, Lorelai fugiu de casa, tendo arranjado trabalho como empregada no hotel que hoje administra. Rory foi criada o mais afastado o possível dos avós, só os encontrando nos feriados.

gilmore-girls-season-1.jpgQuando começamos a série, Rory acabou de ser admitida em um colégio particular de elite, Chilton, mas para que entre lá Lorelai precisa pagar uma taxa inesperada. A Gilmore mais velha acaba recorrendo aos pais, pela primeira vez e sua mãe, Emily (Kelly Bishop) propõe um acordo em que as duas passem a jantar uma vez por semana em sua casa, tentando assim reatar os laços rompidos. Enquanto isso vemos o começo da vida amorosa de Rory se desenvolvendo com Dean (Jared Padalecki), um rapaz que acabou de se mudar para a cidade e se torna seu primeiro namorado. Já Lorelai engata um romance com Max Medina (Scott Cohen) cheio de complicações por ele ser professor de literatura de Rory em Chilton. Acompanhamos também a relação insatisfatória de Lorelai e Luke (Scott Patterson), o dono da lanchonete local que claramente tem uma queda pela mulher, sendo que não sabemos à princípio se ela está interessada nele.

Sobre personagens e seus núcleos:
Lorelai Gilmore: Viciada em café e fast foods, Lorelai tem a língua mais rápida em qualquer lugar onde vai, fazendo piada sobre tudo. Ao mesmo tempo em que se orgulha de ver em Rory muito de si, morre de preocupação da menina cometer os mesmos erros que ela cometeu na adolescência. Podemos ver um pouco como os planos da filha para o futuro foram influenciados pelas aspirações da mãe e pela necessidade de mostrar aos outros, especialmente aos pais, que ela conseguiu se virar sozinha e se construir sem auxílios. Ao longo dessa primeira temporada a vemos com ao menos três potenciais namorados: Max Medina, Christopher (David Sutcliffe) – pai de Rory e Luke. No final da primeira temporada ela finalmente engata de vez o namoro com Medina e é pedida em casamento.

Rory Gilmore: Rory é uma jovem calma, tímida e que sempre leva um livro consigo onde quer que vá. Ela quis muito entrar em Chilton, que vê como um degrau necessário para seu sonho de entrar em Harvard, virar uma jornalista e viajar o mundo todo. Seu primeiro namoro com Dean vai se desenvolvendo lentamente e de modo muito feliz até o término inesperado na comemoração dos três meses. Rory tem um período chato de negação e orgulho até que finalmente o casalzinho se junta no episódio final dessa primeira temporada. A moça nunca foi muito popular na escola, sendo a aluna que sempre tira notas A e tendo apenas uma amiga, Lane Kim (Keiko Agena), uma filha de coreanos, entusiasta apaixonada pela música. No novo colégio, Rory enfrenta muitos desafios, como o fato de seu esforço habitual não ser o suficiente para lhe garantir notas boas, um menino que cisma em paquerá-la e o grupinho das meninas mais inteligentes da sala, liderado por Paris (Liza Weil), que aparentemente a odeia pelo simples fato dela existir. Paris acaba se aproximando mais de Rory durante a temporada, mas ao final ainda não é possível chamá-las de amigas.

Núcleo do Independence Inn:  É aqui que transita Lorelai a maior parte do tempo, tendo conversas muito engraçadas com Michel (Yanic Truesdale), o francês esnobe da recepção, e Sookie (Melissa McCarthy), a cozinheira atrapalhada. Sookie também desenvolve um relacionamento amoroso com o fornecedor de legumes do restaurante. Lorelai e Sookie têm planos de abrir uma pousada em breve e até se delineia o princípio desse plano em um episódio dessa temporada, quando elas veem Dragonfly pela primeira vez.

Núcleo do Luke’s: A lanchonete de Luke que vai aparecer com frequência na trama. Antes era a loja de ferramentas do pai de Luke e ele se recusa a manter a decoração desgastada. O relacionamento dele com Lorelai é confuso e por vezes platônico (por ambos os lados). Quando uma ex-namorada de Luke volta, é aí que as coisas parecem afundar de vez. Mas a gente já viu essa série, né…

A casa dos Gilmore: Muitas cenas de jantar e conflitos acontecem nessa casa. Emily e Richard (Edward Herrmann) moram sozinhos após a filha única tê-los deixado para ter Rory longe. Apesar de amarem a neta e terem muito orgulho dela, os conflitos continuam com Lorelai sobre suas escolhas na adolescência. Enquanto isso, Lorelai tenta contra-argumentar que fez as coisas que fez devido ao controle absurdo da mãe e o rigor do pai.

É engraçado rever a série hoje em dia. Essa primeira temporada foi lançada em 2000, época de blusas que mostravam a barriga, jeans baixos e lenços coloridos na cabeça. Também notei alguns erros no próprio decorrer da história que não teria notado antes:
1) Rory encontra um álbum de fotos da mãe, que tem uma foto dela bebê. Em outros episódio, em um jantar de família, Rory pede fotos da família para um trabalho da escola e Emily diz que Lorelai queimou todas suas fotos de bebê. Meio estranho.
2) Em um episódio Richard menciona com muito orgulho sua mãe, também chamada Lorelai. Lorelai se surpreende porque aparentemente não sabia que não era a “primeira” Lorelai. Em um outro episódio, a própria bisavó de Rory anuncia sua chegada e Lorelai sabe tudo sobre sua existência, inclusive citando que foi nomeada para homenagear a avó.

Imagino que outras contradições assim ocorram muitas vezes não só nesta série, mas quando se está fazendo uma maratona é impossível não reparar nessas coisas. Outra coisa que eu não lembrava: como Stars Hollow é apaixonante! A cidadezinha em si parece um personagem, cheia de festivais acontecendo e aquela peculiaridade de tudo se concentrar m torno do coreto da praça. Quando era moleca e assisti pela primeira vez, meu sonho era morar em um lugar assim. Hoje, seria um pesadelo ter aquele tanto de gente que te conhece e te segue a cada rua e sabe o que está fazendo sempre.

ggs1cast

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s