Cinema: Star Wars – Episode III: Revenge of the Sith/ A Vingança dos Sith (2005)

MV5BNTc4MTc3NTQ5OF5BMl5BanBnXkFtZTcwOTg0NjI4NA@@._V1_SY1000_SX750_AL_.jpgChegamos ao fim da antiga-nova-saga. Vou dizer que naqueles minutinhos finais ali de filme eu já estava entendendo melhor porque tanta gente acaba muito envolvido nesse universo, a ponto de fazer essas maratonas sempre. Eu terminei o terceiro episódio querendo rever os episódios IV, V e VI.

Nessa parte o Supreme Chancellor Palpatine (Ian McDiarmid) foi sequestrado pelos separatistas, então já começamos na ação pesada, com Anakin Skywalker (Hayden Christensen) e Obi-Wan (Ewan McGregor) invadindo a nave com a ajuda de R2-D2, enfrentando Count Dooku (Christopher Lee) e salvando Palpatine. Nesse fuzuê, Obi-Wan é ferido e Anakin é quem tem que decidir o destino de Dooku. Nessa hora, o grilo falante do mal chamado Palpatine dá pitaco, em uma cena bem parecida com o episódio VI. Anakin mata o Sith e acaba se aproximando de Palpatine após esse evento.

No planeta capital da República, Anakin reencontra Padmé (Natalie Portman) em segredo. Aparentemente alguns anos se passaram com os dois conseguindo esconder de todo mundo que são casados apesar desses encontros em áreas públicas e das janelas enormes do quarto da moça. Padmé informa Anakin que está grávida em uma conversa bem bipolar (“Anakin, uma coisa maravilhosa aconteceu! *feliz* Mas Anakin, o que vamos fazer? *triste*”). A partir de então, Anakin passa a ser assombrado por pesadelos em que Padmé morre durante o parto e se desespera. Palpatine, amigo-da-onça, o convence que os Sith têm o segredo para vencer a morte, o que abala as convicções de Anakin ainda mais.

Ao mesmo tempo, o Conselho Jedi está suspeitando de Palpatine (com razão) e decidem colocar Anakin para espioná-lo (we all have a bad feeling about this…), já que Anakin forçou o Conselho a aceitá-lo como membro, sem que ele receba o título de mestre Jedi. e você se pergunta onde está Obi-Wan no meio dessa confusão toda, certo? Bem longe, para sorte dele. O mestre de Anakin foi mandado para derrotar o General Grievous dos Separatistas em Utapau. Yoda, de forma semelhante, está no planeta dos Wookies (a raça de Chewbacca) defendendo o planeta.

Anakin reporta a Mace Windu (Samuel L. Jackson) a real natureza de Palpatine, mas na hora da escolha final, ele acaba se voltando para o lado negro da força e defende o Supreme Chancellor. Palpatine/Darth Sidious o toma então como aprendiz de Sith e nomeia-o Darth Vader. Agora que Palpatine tem mais esse forte aliado ao seu lado, poucas coisas o podem impedir. Ele então denuncia os Jedi no que chama de tentativa de golpe contra sua pessoa e a República e decreta que todos sejam mortos. Anakin se encarrega do centro Jedi na capital (cena triste a com os padawans crianças…), enquanto as tropas de clones, que até então lutavam lado a lado com os Jedi, se voltam contra eles. Quem tem sorte nesse plot twist é Obi-Wan, Yoda e Bail Organa (Jimmy Smits), o senador de Alderaan, que acabam descobrindo o que está acontecendo.

Obi-Wan retorna à capital e se encontra com Padmé, entendendo logo de quem é o filho que ela está esperando. Apesar de tentar convencê-la a lhe dizer onde está Anakin e contar sobre sua virada para o lado negro da força, Padmé se recusa a lhe informar. Obi-Wan se esconde na nave da mulher quando ela sai em busca de Anakin para esclarecer as coisas e eles acabam no planeta vulcânico Mustafar, onde os últimos separatistas estão. Palpatine mandou Vader para lá para dar um fim definitivo àqueles que o ajudaram a subir ao poder, se livrando definitivamente dessa desculpa não mais necessária, agora que declarou a mudança do sistema político em Império.

Padmé testemunha com os próprios olhos que seu amado está mudado (rimas, #mimdeixa) e recua. Nesse momento, Vader vê Obi-Wan na nave (em uma pose ridícula) e acha que Padmé estava tramando contra ele. Ele a asfixia, mas Obi-Wan não deixa que ele a mate. O que se segue é uma das lutas mais legais dos filmes, entre mestre e aprendiz no meio da lava. O resultado é a vitória de Obi-Wan, que não mata Anakin, mas o deixa próximo à morte. Padmé é levada para receber cuidados médicos. Por alguma razão inexplicável ela está morrendo e é preciso uma cesária de emergência para tirar os dois bebês, uma menina e um menino. A moça só tem tempo de nomear os dois e dizer a Obi-Wan que ainda há bem em Anakin antes de morrer. (De onde tiramos que Leia estava muito doida no ácido quando Luke perguntou se ela lembrava de sua mãe biológica e ela diz que ela era muito bonita e gentil). O Senador Organa se disponibiliza a ficar com a menina. Já o garoto é enviado a Tatooine, levado aos parentes de Anakin. Enquanto isso, Darth Vader é tratado de seus ferimentos e ganha a cara (máscara) que conhecemos, sendo informado por Palpatine que ele havia matado Padmé.

Algumas observações: Padmé nesse filme é uma personagem sem força alguma. Como salientei ali em cima, nem mesmo seu discurso faz muito sentido e a atuação de Portman é no máximo mediana. Para mim, quem se sobressaiu foram Hayden Christensen após a transformação de Vader para o lado sombrio e Ewan McGregor, que conseguiu refinar Obi-Wan até atingir o tom certo nesse último. Ian McDiarmid faz de Palpatine um personagem caricato, mas isso não necessariamente é ruim. O Palpatine dele é teatral, fala tudo sempre com muita calma, se-pa-ran-do as sí-la-bas, e isso dá a ele o tom de vilão de grande tragédia, de pensador astuto e calculista. Esse é o filme forte dessa antiga-nova-trilogia, aquele que realmente dá vontade de rever, com uma história mais bem explicada que os anteriores.

Advertisements

One thought on “Cinema: Star Wars – Episode III: Revenge of the Sith/ A Vingança dos Sith (2005)

  1. Pingback: Retrospectiva 2016 | Meu Logbook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s