Livro: Confess (Colleen Hoover)

22609310Olhe para essa pessoa: ela tem 7 provas essa semana, mas ao invés de estar devorando o conteúdo para tentar pelo menos tirar aquela nota marota para passar de semestre, está aqui lendo romances e escrevendo posts…

Você provavelmente não sabe (tá, você não sabe e ponto), mas eu acompanho um monte de blogs e vlogs sobre livros. Especialmente os vloggers mais jovens sempre aconselhavam os livros de Colleen Hoover, elogiando-os como muito originais e cheios de reviravoltas. Li também algumas resenhas e os elogios mais uma vez se multiplicavam, então imaginei que Hoover era uma espécie de Gillian Flynn dos romances young adults e corri para procurar os livros da autora.

Resultado: estrepei minha cara na parede. Desastre completo.

Em “Confess” há sempre uma alternância de narrativas: um capítulo sob o ponto de vista da protagonista feminina, Auburn, e um sob o ponto de vista do protagonista masculino, Owen. Começamos com Auburn com quinze anos, se despedindo do namorado Adam pela última vez no leito em que o rapaz morreria por câncer e depois pulamos para algns anos depois, com Auburn andando nas ruas de Texas e encontrando por acaso uma lojinha com inúmeras confissões anônimas coladas na vitrine. É então que Auburn conhece Owen, um pintor que se especializou em retratar personagens inspirados nas confissões que recebe. E a partir daí vemos se desenvolver um monte de misterinhos (que de mistérios não têm nada porque eu resolvi o livro inteiro nos primeiros três capítulos) sem muito sentido.

Na cabeça da autora ela talvez tenha a ilusão de ter criado personagens muito profundos, bem trabalhados, cheios de imperfeições e justificativas. Na minha visão de leitura os personagens são vazios de qualquer significado ou força. Auburn é irritante e tudo que sai de sua boca são clichês de outros chick-lits ruins e filmes de comédia romântica igualmente decepcionantes (que Hoover deve ter se achado muito inteligente criando…). Owen não é muito melhor, nada profundo em suas impressões, com suas atitudes não muito adultas ou sensatas e sua perfeição física sem sentido. Os dois são um clássico exemplo de insta-love. Não demoram mais de um dia na trama para “não conseguir parar de pensar” no outro e pautar suas atitudes no que o outro vai pensar (mas, gente, eles se conheciam a pouquíssimo tempo…). Em três dias eles já tem tudo planejado e só falta entrar na igreja para casar. Que merda é essa, Dona Escritora. Auburn é uma personagem extremamente mal planejada nesse aspecto. Toda a linha de vida dela deveria significar um medo de novos relacionamentos pelas implicações múltiplas que elas teriam no planejamento de sua vida, alguma cautela com o contato com Owen seria o mínimo esperado. Mas não, a garota se apaixona em menos de 10 minutos. WTFFFFFFF, COLLEEN HOOVER!!!

Sobre criatividade: não, nada ali foi criativo. Até a ideia das confissões já é bem velha. Sei que aqui no Brasil não fez muito sucesso, mas há um projeto muito bem conhecido nos Estados Unidos de Hoover em que um homem disponibilizou a sua caixa de correio para receber cartões-postais com segredos. Essa iniciativa já tem alguns livros de grande sucesso publicados e se reproduziu em outros países, então a tia Colleen não fez nada de novo buscando esse filão. Para quem quiser saber mais (e ler alguns segredos), o site do projeto é www.postsecret.com.

Poderia ficar aqui por mais umas boas horas discorrendo sobre como todo o rumo dessa história está errado, apressado e como esses personagens são os mais mal construídos que eu vi em um bom tempo (vencendo até dos desastres que estão nos livros da Cassandra Clare), mas preciso MESMO estudar, então deixo-os por aqui, com aquela indicação de que era melhor ter lido a lista telefônica do que “Confess”.

Advertisements

One thought on “Livro: Confess (Colleen Hoover)

  1. Pingback: Retrospectiva 2016 | Meu Logbook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s