Cinema: Se7en – Os Sete Crimes Capitais (1995)

0023Sabe aquele tipo de filme que fica guardado na lembrança por muitos e muitos anos, sem que você nem mesmo saiba o porquê daquele conjunto de imagens, sons e impressões estarem gravadas tão fundo na sua memória? Então, esse é o meu caso com “Se7en”.

Acredito que a primeira vez (e única até ontem à noite) vez que tinha assistido o filme era ainda criança. Tentei puxar uma data na cabeça, mas mesmo falar que foi mais de dez anos atrás parece distante da realidade. Só sabia que já tinha visto e que lembrava de como era a cena de cada um dos crimes, com especial atenção para o da Gula, que lembrava com detalhes, tão forte foi a impressão. Lembrava inclusive do final chocante e do clima meio “noir acizentado”, nublado, do filme.

MV5BOGZjNjRkN2EtYWRlZC00YzdjLThiMTgtZjIzMzVmMGJiMWM1XkEyXkFqcGdeQXVyNjUwNzk3NDc@._V1_“Se7en” nos introduz a dois personagens incríveis: o investigador veterano William Somerset (Morgan Freeman), todo feito de paciência no que seria seu último caso antes da aposentadoria, quando finalmente poderia se afastar da vilania cotidiana da cidade grande, e David Mills (Brad Pitt) que acaba de chegar a cidade e quer mostrar serviço a todo custo. Além deles, ainda há a esposa de Mills, Tracy (Gwyneth Paltrow) carente de atenção e amizades nesse novo lugar que ela odeia.

MV5BZGFlZDc4YWEtMmQzYS00YWVkLTljYzgtOTQ4ZjA0NWU3YTNlXkEyXkFqcGdeQXVyNjQ2NDA2ODM@._V1_SX1777_CR0,0,1777,999_AL_Cai na mão desses dois um crime estranho, logo no seu primeiro dia cheio de conflitos juntos, em que um homem foi forçado a comer incessantemente durante horas a fio até o corpo não aguentar. Somerset logo percebe que aquele é um crime estranho demais para ser simplesmente singular, jogado ao acaso. E isso é verdade, logo os dois descobrem que o crime é apenas o primeiro de uma série de planos desse assassino serial, seguindo os pecados capitais conhecidos: gula, preguiça, luxúria, ira, inveja, ganância e orgulho. Cabe aos dois então desvendar quem é essa pessoa e impedir que ele realize seu plano até o final. Mas as coisas nem sempre correm como devem correr…

É um filme que me deixou uma forte impressão desde meninota, então não consigo classificá-lo como nada menos que maravilhoso. Brad Pitt estava no auge da beleza e sempre atuou acima da média para os galãs (grazadeus), então junto com Morgan Freeman fazem com que você prenda a atenção na história, passando a credibilidade necessária. O assassino (que não vou revelar nem quem é nem quem é o ator para não tirar a surpresa de quem não viu) é outro que arrasa sempre, então não há como duvidar que a história é muito bem conduzida do começo ao fim. Gwyneth Paltrow é uma Tracy doce e perdida naquela realidade, então traz uma leveza destoante do cenário sempre que aparece, o que contribui para a construção de todos os outros personagens, A cena final é um soco no estômago, condizente com o mundo.

Advertisements

2 thoughts on “Cinema: Se7en – Os Sete Crimes Capitais (1995)

  1. Pingback: [Maratona Olímpica:] Linha de Chegada | Meu Logbook

  2. Pingback: Retrospectiva 2016 | Meu Logbook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s