Livro: O Psicopata Americano (Bret Easton Ellis)

0084Faz um bom tempo atrás, coisa de uns 5 anos, assisti o filme baseado nesse livro, sem saber que era uma adaptação e a impressão foi tão forte que até hoje lembro longos trechos do filme.

Pois bem, esse livro não foi sorteado. Busquei ativamente por ele na lista do desafio e fiquei bem feliz que estava lá, porque aí já arranjava minha desculpa para lê-lo.

O livro é narrado em primeira pelo pelo personagem principal, Patrick Bateman, um jovem profissional de Wall Street como tantos outros, nascido em uma família abastada, formado em Harvard, curtindo a vida noturna em Nova Iorque. Alternando-se com a rotina no escritório (em que não muito é pedido de Bateman, um cara sem chefe), as idas com os amigos totalmente intercambiáveis e iguais a ele a restaurantes badalados, os encontros com as namoradas múltiplas e as idas a academia Xclusive, Bateman guarda o segredo por trás de sua máscara de normalidade de hábitos pouco ortodoxos.

Bateman, em um crescendo durante o livro, vai demostrando seu comportamento doentio, em que a repulsa a certas classes da sociedade e às mulheres como um todo vai se transformando em demonstrações de violência física, com necrofilia e canibalismo entremeados. Entretanto, Bateman é visto pela sociedade como altamente funcional, com seus hábitos requintados e o uso de seu cartão de crédito American Express. é o típico yuppie de sua geração, ele mesmo tão intercambiável com seus amigos que muitas vezes é confundido com algum deles. Seus valores aparecem em meio a própria narração, em que a descrição minuciosa de todas as peças de roupa usadas por ele e pelos que o cercam se alterna com a de como as entranhas da última vítima se encontravam dispostas pelo apartamento e o que passou no seu programa de entrevistas favorito.

Conforme a violência aumenta, Bateman se mostra mais fragilizado também na vida normal, rompendo um pouco a máscara que separa os dois mundos. Termina com a namorada, dá respostas atravessadas, tem uma conversa sincera com a secretária Jean… E ele espera uma punição futura por seus atos, quase um alívio à necessidade de viver como vive. Mas isso não chega.

As vítimas de Bateman mostram também o desprezo exacerbado de sua classe. Moradores de rua, animais indefesos, mulheres de todos os tipos… Como um clássico homem branco jovem e rico, Bateman considera qualquer um que não seja um homem branco jovem e rico algo menor e que pode ser aniquilado.

É um livro perturbador, principalmente no terço final. Há uma crítica velada à uma classe num todo, compreensível até mesmo em uma leitura mais superficial.

Advertisements

2 thoughts on “Livro: O Psicopata Americano (Bret Easton Ellis)

  1. Pingback: [Maratona Olímpica:] Linha de Chegada | Meu Logbook

  2. Pingback: Retrospectiva 2016 | Meu Logbook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s