K-Drama: Another Oh Hae Young/Oh Hae Young Again (2016)

00d5a422-276e-4dfc-a863-21df1829a1b5

E daí que ontem eu finalmente terminei um dos dramas da minha imensa listinha de interesses. Não segui ele desde a data de estreia, o que quer dizer que nos últimos dias fiz uma baita maratona para me equiparar à exibição.

No começo, acompanhamos a triste Oh Hae-Young (Seo Hyun-Jin, a mesma protagonista de “Let’s Eat 2”) que cancelou o casamento um dia antes da cerimônia. Ela diz que foi ela que cancelou, mas na verdade foi o noivo, Han Tae-Jin (Lee Jae-Yoon) que a chama e diz que não tem a confiança de viver o resto da vida com ela e odeia o modo como ela come (o que é bem irônico pensando que a atriz participou daquela série em que a coisa mais legal era comer). E ela continua a viver a vida, de modo bem depressivo, bebendo demais e se arriscando desnecessariamente.
Em outro núcleo está Park Do-Kyung (Eric Moon), também vivendo de maneira bem depressiva e se dedicando apenas ao trabalho de sonorização de filmes. Do-Kyung fora largado um ano antes pela noiva Oh Hae Young (Jeon Hye-Bin) no altar. Um dia ele escuta que a ex-noiva vai se casar e acaba conspirando para arruinar o noivo dela e impedir a união. O que ele não sabia é que era outra Oh Hae-Young e não a sua…

Os dois viveriam existências separadas, não fosse o fato de Do-Kyung começar a ter flashes de previsão do futuro, sempre ligados ao rosto dessa mulher que nunca viu antes. Uma mulher que se arrisca em meio a carros, que aparenta estar muito triste. E ele logo descobre a burrada que fez no passado, com o destino (e os pais loucos da mulher) jogando os dois sempre um ao outro. Assim vai se desenvolver a relação dos dois, com a revelação do porquê Do-Kyung ter essas previsões sendo um importante fator no destino desse casal.

O drama fez sucesso. E sucesso na Coreia do Sul quer dizer que eles colocam alguns episódios a mais para aproveitar a fama. Já disse que detesto quando eles fazem isso e continuo dessa opinião. A história, que começou super forte, com esses personagens tão interessantes e maduros, sofreu no meio com uma infantilização de comportamentos e mudanças abruptas de personalidade. Parecia outra série, uma que eu teria abandonado não fosse a curiosidade para saber o final do mistério apresentado e a relação maravilhosa que se desenvolvia com um casal de coadjuvantes, Lee Jin-Sang (Kim Ji-Suk) e Park Soo-Kyung (Ye Ji-Won). E aí você pensa que no final a trama melhorou? Não. Ela continuou no sofrimento do meio e os personagens principais não decolaram. Só a trama paralela para salvar a história mesmo.

Advertisements

One thought on “K-Drama: Another Oh Hae Young/Oh Hae Young Again (2016)

  1. Pingback: Retrospectiva 2016 | Meu Logbook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s