K-Drama: Sungkyunkwan Scandal (2010)

photo

Sabe aquele post que deveria já ter saído há muito tempo de que eu falei no último post? Vai continuar esperando mais um tempo.

O que acontece é que assim que terminei de assistir “Master’s Sun e escrever o post, comecei outro drama, sem pretensões, simplesmente de ouvir falar que talvez ele fosse bom. E foi uma das mais gratas surpresas desde que comecei a assistir dramaturgia coreana. Tanto o é que comecei a assistir na madrugada de sábado e terminei no começo da tarde do domingo seus 20 episódios com mais de uma hora cada. Foi uma obsessão que há tempos não batia a porta.

Essa pequena gema combina elementos que eu adoro, como a temática gender bender (aquela em que a menina se vê forçada devido a uma situação específica a se vestir como homem e enganar um grupo), um mistério a ser resolvido e um grupo de amigos que se fortalecerá até o fim da trama. Talvez isso explique porque meu filme preferido da Disney é Mulan até hoje. De certa forma, “Sungkyunkwan Scandal” parece somar os melhores aspectos de Mulan, Coffee Prince e To The Beautiful You e é até uma pena não ter recebido à época de lançamento ou hoje a devida apreciação.

sungkyunkwan-scandal-photos-sungkyunkwan-scandal-17675313-499-333Mas sobre a história: Kim Yoon-Hee (Park Min-Young, ela já apareceu aqui como protagonista de Healer, outro dos meus favoritos) é uma jovem no período Joseon que precisa se vestir como um homem todos os dias para sobreviver e cuidar da família. Após a morte do pai, Yoon-Hee passou a assumir a identidade do irmão doente Kim Yoon-Shik para ganhar o sustento da casa utilizando de seu maior talento: a inteligência e o conhecimento sobre os livros. Trabalhando em uma livraria como escriba e tentando saudar uma dívida da família, a jovem acaba se envolvendo em uma confusão durante a aplicação dos testes para acadêmicos ingressantes em Sungkyunkwan, conhecendo assim Lee Seun-Joon (Micky Yoochun), o filho de um importante político.

Em diversos momentos da trama Sungkyunkwan é tratado como uma universidade e não sei até que ponto isso está historicamente certo, mas para a trama vamos assumir que assim o seja. Pois bem, depois da confusão nos exames, Seon-Joon faz com que Yoon-Hee preste a prova e a garota acaba admitida e é convencida a permanecer como acadêmica devido ao pagamento que receberá como tal e a isenção de cobrança sobre os remédios do irmão. Começa então, o looongo período em que Yoon-Hee precisará se passar por homem, escondendo de todos a real identidade.

790_10Bem, não de todos. O primeiro a perceber a realidade é Goo Yong-Ha (Song Joong-Ki), um playboy rico que se diverte muito assistindo as interações do calouro Yoon-Shik, tanto que prefere não revelar a ninguém a realidade. Mais tarde o colega de quarto de modos selvagens de Yoon-Shik e Seon-Joon, o justiceiro Moon Jae-Shin (Yoo Ah-In) também acabará descobrindo a verdade, o que rende momentos maravilhosos na trama.

Existe um fundo de mistério político que servirá para unir esses quatro, já que trata dos pais desses jovens e suas conexões próximas com o rei. Mas a grande graça para mim nessas histórias é sempre como eles vão tratar a relação do casal principal. Como Seon-Joon desconhece a verdade, quando seus sentimentos para com Yoon-Shik se intensificam, o pobre não sabe o que fazer consigo mesmo e fica em um estado de desespero que o leva a se associar com uma outra moça. Esses dramas são cheios desses momentos de cortar o coração, mas é bem aí que está a graça, já que o momento da descoberta sempre traz uma leveza inesperada a trama.

A história se mantém forte pelos 20 episódios (e até depois, já que terminei o drama com aquela coceirinha de reiniciá-lo imediatamente) e emociona em diversos momentos. Como não torcer para Seon-Joon descobrir logo e parar com tanta dor? E o pobre do Jae-Shin, sofrendo aquela desilusão que todo segundo protagonista sempre sofre…

“Sungkyunkwan Scandal” fica na memória como aquele drama que eu deveria ter assistido antes e com certeza vou assistir de novo no futuro, um dos melhores do gênero, que ainda traz escondidinho como quem não quer nada a questão de igualdade dos gêneros e emancipação feminina.

Sungkyunkwan-Scandal-korean-dramas-32447608-1920-1080

Advertisements

One thought on “K-Drama: Sungkyunkwan Scandal (2010)

  1. Pingback: Retrospectiva 2016 | Meu Logbook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s