Cinema: Nymphomaniac Vol. II/Ninfomaníaca Vol. II (2013)

Nymphomaniac-Volume-II

E daí que eu vi a parte dois da saga contada por Joe de suas aventuras sexuais. E essa parte tem lá suas surpresinhas…

Nessa segunda parte, ainda no quarto que por hora ocupa, Joe conta sobre o período de casamento com Jerôme e a total perda de sensações sexuais no período, uma época comparada à morte para a protagonista. No período ela ainda acaba por engravidar e dá a luz a um menino, por quem não consegue sentir amor maternal. A tristeza de Joe é tão grande que Jerôme a libera de seus laços de fidelidade, para que ela busque seu prazer em outros braços, já que ele não consegue dar isso a ela. E Joe aproveita a oportunidade.

O prazer mais forte desse período ela encontra, entretanto, na mistura com a dor. Ela encontra um jovem que atende mulheres buscando experiências sadomasoquistas e logo se torna habituée da salinha branca de K. Tanto frequenta o ambiente que se descuida dos cuidados com o filho, sua responsabilidade já que Jerôme está constantemente viajando a negócios. Até que um dia Jerôme encontra Marcel sozinho em casa em uma situação perigosa e, oferecendo a escolha a Joe, ela é incapaz de renunciar aos novos hábitos adquiridos.

nymphomaniac

Com a partida de Jerôme e Marcel, Joe tenta se regenerar e encaixar na sociedade mas não consegue e após um tempo se entrega à sua real existência. Ela admite que é formada de matéria muito diversa das outras pessoas. É uma ninfomaníaca e o mundo nunca entenderá seu proceder e sua amoralidade. Arranja, então, um emprego em que sua condição serve como um dom e progride, até o ponto em que necessita de um sucessora, a jovem P. Uma volta acaba unindo P. e uma figura importante do passado de Joe e ao começo do primeiro filme, no qual encontramos Joe muito machucada naquele beco próximo à casa de Seligman.

Seligman, aliás, é a grande surpresa do filme. De confessor e figura repleta de compaixão por Joe, ele se transforma em algo bem diverso no final. No comecinho dessa segunda parte descobrimos que Seligman é virgem e acredita-se assexuado, mas no fim vemos que isso não parece corresponder bem à verdade. O filme foi, aliás, acusado de dar um mau nome aos assexuados. Mas Seligman não pode ser classificado de fato como assexuado, não mais do que alguém com uma grave crise de identidade no setor sexual de sua vida. Dada a oportunidade, Seligman pularia em cima sem pensar duas vezes no que a outra parte considera.

Advertisements

One thought on “Cinema: Nymphomaniac Vol. II/Ninfomaníaca Vol. II (2013)

  1. Pingback: Retrospectiva 2014 | Meu Logbook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s