Filme: Snowpiercer (2013)

SNOWPIERCER_LE-TRANSPERCENEIGE-Affiche-def

Que filme espetacular! É com certeza o melhor filme que vi esse ano (até agora).

Consultei a biblioteca do Paulo Coelho (poucos pegarão essa referência) depois de um MRG Show em que alguém mencionava esse filme. Sábado à noite, nada para fazer, vi descompromissadamente essa pequena surpresa que mistura ação, drama e comédia.

O filme é uma distopia baseado em um quadrinho francês chamado “Le Transperceneige“. Partimos da idéia de que os cientistas, nos dias atuais, inventaram uma maneira de reverter o processo do aquecimento global através de uma substância jogada no ambiente. Entretanto, a coisa não dá muito certo, uma vez que a substância foge ao controle e acaba causando o efeito inverso: um período glacial que impede toda a vida no mundo. A humanidade acaba encontrando uma maneira de sobreviver ao se abrigar em um trem que nunca pára seu trajeto, mantendo-se em movimento constante e alimentando uma máquina eterna que permite a existência isolada lá dentro, sem contato com o mundo exterior. O trem é invenção da empresa de Wilford, que é um misto de presidente e profeta religioso para aqueles vivem dentro de sua invenção. Cada vagão tem suas particularidades e funções e há uma clara separação social lá dentro.

snowpiercer-john-hurt-octavia-spencer-chris-evans

Começamos a acompanhar, então, a história de Curtis, membro da cauda do vagão, ou seja, do grupo mais miserável existente na face da Terra. Curtis tem como líder uma figura bastante querida desse grupo de desesperançados, um velho sem alguns membros chamado Gillian. O próprio Curtis assume uma figura de liderança entre seus pares, o que ele rejeita veementemente. No momento em que os encontramos, os passageiros do vagão final estão planejando uma rebelião com um objetivo nunca antes alcançado: chegar ao começo do trem, matar Wilford e tomar seu controle. Para isso eles precisam primeiro libertar uma importante figura: o inventor do sistema de segurança do trem que é um viciado na droga existente no mundo pós-terra, uma coisa chamada de Kravol, espécie de crack altamente inflamável.

snowpiercer-tilda-swinton-1

Acompanhar o progresso desses personagens é extremamente interessante. Eu também queria saber o que tinha em cada vagão e o que aconteceria quando Curtis finalmente desse de cara com o portão com o W incrustado. De uma maneira, parece que estamos acompanhando a narrativa de um jogo de vídeo-game (dos produtores de Bio-Shock), com diversas fases a serem passadas e alguns chefões. Não achei que nenhum dos atores fez um trabalho que não fosse muito bom, mas Tilda Swinton rouba qualquer cena em que aparece e dessa vez não foi diferente. A personagem de Tilda é uma peça, uma caricatura dessa história fantástica. Todos os pequenos mistérios a serem desvendados também são um toque a mais, pois faz com que você cobre respostas do roteiro, que serão dadas em seu devido tempo. Não sou muito boa para julgar cenas de ação, visto que não me interesso muito pelo gênero, mas adorei as situações em que foram sendo exigidos esses interlúdios de combate.

O filme acabou de estrear em terras americanas e não sei se vai estrear no Brasil em breve, mas se acontecer, recomendo fortemente uma viagem de trem até o cinema mais próximo para vê-lo.

 

 

Advertisements

3 thoughts on “Filme: Snowpiercer (2013)

  1. Pingback: Filme: Oldboy (2003) | Meu Logbook

  2. Pingback: Retrospectiva 2014 | Meu Logbook

  3. Pingback: Cinema: Train to Busan (2016) | Meu Logbook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s