Livro: O Amante – Marguerite Duras

Terminei de ler esse livro faz trinta minutos e comecei a lê-lo a cerca de duas horas atrás. Assim você pode perceber o quão breve é esse livrinho (menos de 100 páginas!), o contrário das impressões que advêm da leitura. Li em português, mas deveria tê-lo lido no original. O problema foi a pressa que falou mais alto, frente à preguiça de ter de buscá-lo em francês.

Tentar contar a história de “L’Amant” é quase impossível. Não posso encontrar maneira adequada de contar sobre essa história/biografia sobre a própria autora. Há momentos em parece que você está lendo o diário de alguém suas frases confusas, curtas, sem conseguir expressar tudo o que deseja apenas em palavras e se entrega a realizar apenas tentativas frustradas de explicar toda uma gama de sentimentos, de sua vivência no Camboja durante a juventude, sua família quebrada (especialmente a mãe depressiva). Em outros momentos, o romance se impõe: o discurso se volta para a terceira pessoa, a autora encontra a frase perfeita para exprimir o clima e as sensações da colônia em sua pele e em sua mente.

Não espere a típica narração mastigada. Duras vai e volta de sua infância para a idade adulta, e depois retorna para a adolescência. Também, nenhum sentimento é poupado: misturado ao amor pela mãe, há o ódio; corrompendo a imagem tão bela do irmão mais moço, há a certeza de que ele também grande coisa não seria. E acima de tudo há raiva, desejo e medo, tudo misturado no coração de adolescente, e que só é percebido já na idade adulta.

A história é real e Marguerite Duras se joga em suas memórias e seu quase-amor pelo jovem e rico chinês (mas bem mais velho que a menina magricela e não-bonita de 15 anos) e suas noites de prazer no pequeno apartamento no calor, ao mesmo tempo em que explora as relações familiares turbulentas, especialmente com o irmão mais velho, o preferido da mãe. Sua relação com a mãe é permeada de diversas sensações, sendo a mais pungente a pena por sua condição mental.

É um livro forte, extremamente pessoal e repleto de frases que dá vontade de tatuar no corpo para nunca mais esquecer.

Image

Huynh Thuy Le e Marguerite

Advertisements

2 thoughts on “Livro: O Amante – Marguerite Duras

  1. Pingback: Retrospectiva 2014 | Meu Logbook

  2. Pingback: Desafio Literário: #0001 ao #0050 | Meu Logbook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s