Livro: Lolita (Vladimir Nabokov)

Mais uma vez, meus cumprimentos a você que aí está.

Image

Seguindo o Desafio Literário, resolvi que iria começar relendo “Lolita”, que eu já havia lido umas duas ou três vezes. Nas primeiras vezes era um tanto quanto jovem e tive concepções bem diferentes das que obtive dessa vez. O livro em si caiu na cultura popular, mas compreendido também de maneira bem deturpada.

O protagonista da história é Humbert Humbert, já preso, que conta em um manuscrito sua história de vida, desde o amor adolescente por Annabel Leigh (que ele nunca conseguiu concretizar carnalmente), sua fascinação pelas ninfetas (caracterizadas como algumas meninas entre 9 e 14 anos), as tentativas de adequação ao sistema “regular” (ao mesmo tempo em que o critica), a ida para América e seu amor pela última ninfeta, Dolores Haze, a Lolita do título.

O encontro dos dois protagonistas se dá por uma série de acasos, que leva Humbert Humbert a mudar-se para a casa de uma viúva, ainda bastante jovem e bonita, e sua filhinha de 12 anos. Lolita representa uma idealização de ninfeta de Humbert. Em favor de sua imagem idealizada, ele ignora os diversos atos de malcriação de Dolly e exagera os sentimentos negativos que Charlotte, a mãe, realmente sente pela filha. A relação das duas é conflituosa e o hóspede acidental aproveita o sentimento de simpatia (de Lolita) e de amor (de Lotte) para se instalar definitivamente na casa e se aproximar cada vez mais de Lolita.

Quando um acidente ocorre, Humbert se vê na situação ideal para levar a cabo suas intenções com Lolita. Mas, claro, isso não tem como durar tanto tempo. Lolita cresce e se ressente desse relacionamento doentio e sem saída. Humbert prefere ignorar os mudos protestos, crendo ainda em sua imagem aperfeiçoada de Lolita que serve apenas aos seus propósitos. Entretanto, as coisas continuam a mudar e Lolita a crescer, o que vai culminar no clímax do livro ao fim.

Toda vez que leio esse livro tenho uma percepção diferente, mas sempre gosto demais. Dessa vez, e pela primeira vez, eu compreendia os trechinhos em francês que permeiam a obra e pude usufruí-la por completo. Humbert é obsessivo e doentio, mas ao mesmo tempo extremamente simpático e com um senso de humor muito afiado, o que não deixa que você desgoste dele totalmente. Lolita, que em leituras anteriores eu sempre tomava como a pequena diabinha que Humbert queria me fazer ver, dessa vez compreendi como uma criança encurralada, cheia de vontades, bastante ignorante, sem saber para onde fugir e a quem recorrer e ansiando por uma família e vida normais, e (talvez pela própria dualidade adolescente) ao mesmo tempo querendo ser diferente das outras e encontrar sua própria identidade. Charlotte também está longe de ser a perversa mulher que antes acreditava ser. Vejo-a mais como a própria imagem de Lolita crescida, uma mulher sem muitas esperanças além da vida suburbana e da possibilidade de romance de cinema, cega ao que ocorre ao seu redor devido à sua visão tendenciosa, buscando sua exclusiva felicidade.

Sobre a representação de “lolitas” após a obra:
– Lolicon é doentio, gente. Façam isso parar.
– Lolita foi uma personagem com uma trajetória trágica e extremamente triste, que teve a vida arruinada pelas experiências descritas. Não deve ser elogio a nenhuma adolescente e os filmes sobre o livro pecam ao imaginá-la como a “diabinha” que Humbert via quando ela o desobedecia em qualquer coisa (e, assim, o fazia se apaixonar ainda mais).
– Vladimir Nabokov mesmo fala que não há nenhum significado escondido na obra que não a vontade do autor de deixar uma história escorrer de seus dedos para o papel. Foi assim que a compreendi também.

Advertisements

2 thoughts on “Livro: Lolita (Vladimir Nabokov)

  1. Pingback: Retrospectiva 2014 | Meu Logbook

  2. Pingback: Desafio Literário: #0001 ao #0050 | Meu Logbook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s