Livro: L’Inutile Beauté (Guy de Maupassant)

Image

Salut, salut, mes amis! Terminei um dos livros da minha listinha anterior de leituras do momento. A bem da verdade, havia baixado esse livro faz um bom tempo para o Kindle, pela Amazon. Ao que parece, todas as obras do autor já se tornaram domínio público e estão disponíveis facilmente na internet.

Deveria ter lido bem antes, mas fiquei enrolando com outros livros e só essa semana o peguei de verdade. Super fácil lê-lo em francês, sem contar que as histórias são curtinhas e em menos de 30 minutos começam e terminam. Provavelmente o próximo que vou ler vai ser algum desses romances mais conhecidos do autor.

Agora, sobre as histórias dessa compilação:

– L’Inutile Beauté: Uma mulher desiludida om a vida que está levando em seu casamento de onze anos e triste com a condição de seu próprio corpo após diversos partos, se sentindo usada pelo marido. Então, ela revela que uma das sete crianças não é filha do marido. E no fim a gente vai descobrir a verdade sobre o fato e o motivo dela ter o dito. Bem legal essa história, parece uma história que você já ouviu em algum lugar, então há um certo dejà-vu no final.

– Le Champ d’Oliviers: Olha, depois do clima do primeiro conto, não estava esperando o desfecho desse. Levei uma grande surpresa no final Tem uma certa tristeza inexplicável nesse conto.

– Mouche: Que história moderninha! Custei a acreditar que tenha sido escrita quando o foi, mas aí lembrei que a humanidade sempre foi a mesma, desde sempre, e as coisas fizeram bastante sentido. Imagine: Cinco rapazes. Uma moça. Um bebê.

– Le Noyé: Pareceu um conto de Stephen King, mas com um final mais piedoso.

– L’Épreuve: Um dos meus favoritos do livro. Um casal que vive brigando e em que a mulher, a certa altura, começou a detestar um amigo em comum. Em uma das brigas o marido reflete sobre o motivo dessa briga. Tem um dos finais mais legais.

– Le Masque: Talvez seja o meu favorito de todos, até porque conheço pessoas que tenho certeza de que não aceitarão a decadência natural do corpo e se comportarão da mesma forma que o personagem principal.

– Un Portrait: Super curtinho mas achei também um pouco “meh”. Esquecível.

– L’Infirme: Esse conto é de uma beleza tão grande! Um amor tão fofo! Não há como não gostar!

– Le 25 francs de la supérieure: Não gostei nem desgostei desse. Serve ao seu propósito mas só isso.

– Un Cas de Divorce: Esse é um dos meus favoritos também. Adorei a narração e achei uma das histórias mais interessantes.

– Qui sait?: Também se aproxima de algum conto de Stephen King (ou será que é King que sempre tenta se aproximar de Maupassant?) com uma história insólita.

Advertisements

One thought on “Livro: L’Inutile Beauté (Guy de Maupassant)

  1. Pingback: Retrospectiva 2014 | Meu Logbook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s