Filme: American Hustle/Trapaça (2013)

Image

Eu adoro premiações! Adoro os palpites quanto aos vencedores, os vestidos das “famuósas”, o momento da abertura dos envelopes, a cara de c* dos perdedores que não podem demostrar insatisfação com a câmera na cara… E óbvio: eu adoro a premiação do Oscar. E eu escrevi isso tudo só para você perceber que foi por isso que eu vi esse filme, mesmo achando a sinopse meio sem-gracinha.

Os protagonistas do filme são o Chistian Bale (Irving Rosenfeld), Bradley Cooper (Richie DiMaso) e Amy Adams (Sydney Prosser), mas também tem J. Law (que já ganhou dois atributos divinos em Hollywood, onipresente e onipotente), Jeremy Renner e até uma ponta do Robert De Niro.

Irving compreende o comportamento das pessoas e consegue manipulá-las em uma série de esquemas para ganhar dinheiro. Ele se une a Sydney logo no início da trama, que também tem um certo talento em interpretação. Tudo corre bem até que um agente do FBI descobre os esquemas. Eles sofrem a ameaça de serem presos, a não ser que colaborem e ajudem a realizar uma outra armação para prender outras 4 pessoas. Só que as coisas vão dando errado, vai rolando um efeito bola de neve de problemas (principalmente devido às intromissões idiotas do personagem de Cooper) que complicam as coisas.

 Antes de tudo, como o Bale está irreconhecível! Quem viu American Psycho quase ri com a aparência dele no filme, bem mais gordo e careca, no papel de um “trapaceiro profissional”. A dupla Bale e Lawrence foi com certeza o ponto alto do filme pra mim. Ficava torcendo para ela aparecer porque sempre tinha um ar cômico na interação do personagem dela com os outros, tão boba e inconsequente ela parece.

Sobre a Amy Adams, acho engraçado o auê todo em cima dela e tantos prêmios porque eu não vi esse show todo de atuação que estão falando. Ela cumpre o papel ali, mas quando acabei o filme ela não ficou tanto na memória quanto as roupas que ela usava e a música que tocava. Aliás, adorei as músicas entre as cenas. Queria ter visto um pouco mais do De Niro, o personagem dele era tão ameaçador que eu achei que ele voltaria, mas a participação foi só uma cena e c’est fini.

No mais, achei o filme um pouco longo demais. Parei em certas partes e fui dar uma volta, ver outras coisas, antes de voltar porque a história se arrastava às vezes.

Advertisements

2 thoughts on “Filme: American Hustle/Trapaça (2013)

  1. Pingback: Retrospectiva 2014 | Meu Logbook

  2. Pingback: Desafio Cinematográfico: 1001 filmes para ver antes de morrer | Meu Logbook

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s